98 Telinha e seus gatinhos

no dia que eu me zangar
mato voce de carinho

Ze´ Limeira

20.5.10

Crianças,

Acabo de voltar do veterinário, é dia de dar soro subcutâneo à muriel. A vet achou que os nódulos cresceram muito de semana passada para cá, e uma das tetinhas está bem inflamada. Anteontem eu e Alessandra brincamos com ela, fizemos carinho e a tetinha estava normal.

O câncer é mais agressivo do que esperávamos e, pelo visto, temos menos tempo do que pensávamos.

:(

5 Comments:

Blogger ila fox said...

Ai Telinha... que notícia ruim, ruim... :(

Mas vou te falar viu. Não sei oq é pior nestas horas. Se é ver um bichinho ir adoecendo mas vc tendo a chance de se despedir e dar todo carinho que merece. Ou perde-lo num baque. Como foi com meu Atum 2 e outros gatinhos que tiveram a vida arrancada de um dia pro outro. Sem a chance de me despedir...

Lembro do Cinzo, um gato carinhozinho que eu havia achado numa arvore. A ultima vez que eu o vi eu tinha dado uma bronca nele (por subir na mesa enquanto eu comia), depois ele sumiu. Não sei o que houve. As vezes "gosto" de pensar que ele só me trocou por outra doninha mais legal, e está feliz e faceiro em outro lar...
. :-(

A Muriel tem sorte de ter humanos como vocês por perto.

8:42 PM

 
Blogger stella said...

eu também não sei, Ila. só tenho amor e medo. e a força pétrea da decisão de não deixar muriel sofrer.

9:41 PM

 
Blogger Carmen said...

Olha Telinha, nessas situações é difícil achar palavras...mas qd penso em todo amor, conforto e dedicação que vc dá a cada gatinho, lembro da frase do poeta "tudo vale a pena quando a alma não é pequena" e como isso faz diferença.Que Deus continue te abençoando a cuidar de mts outros, tornando a passagem deles por aqui tão feliz.
Um abraço bem apertado de gratidão e mta força!

10:01 PM

 
Anonymous Ana Almgren said...

E o que eu posso fazer por vc, daqui, Telinha, além de rezar pra São Xico?
Beijocas solidárias,
Ana Almgren

10:22 PM

 
Blogger stella said...

Carmen, querida obrigada. Meu abraço apertado e meu carinho!

Ana, puxa a batina do santo, ele não pode cochilar!

2:54 PM

 

Postar um comentário

<< Home