98 Telinha e seus gatinhos

no dia que eu me zangar
mato voce de carinho

Ze´ Limeira

19.9.07

a condessa de monte cristo

fui dar papá pros gatinhos. um, dois, três, quatro, ué, cadê bijoux?
amado marido, visse bijoux?
nãaaaaaaaaao... (estado mumm-rah de sono)

bijoux-bijoux!
todo mundo aparece, menos ela.

bijoux-bijoux!!!
nada, enquanto os três filhotes pinoteiam achando que vem comidinha gostosa pro buchinho deles.

BIJOUX-BIJOUUUUUX!!!!!

Amado marido, bijoux sumiiiiiiiiiu! :(

toca a procurar.

minhéeeeeeeeeu...

EUOUVIUMMIAU. Ela tá presa!

toca a abrir as portas de todos os armários. E, aqui no quarto do computador, uma porta se abre e pula uma gata branca.

a pobre corre pro prato de ração.

Eu fulmino amado marido com os olhos: VOCÊPRENDEUELA!
ele: eu não vi, telinhaaaah :)
eu: a pobre pessou a noite presa aí e vc ri!
ele: ah, não faz drama, tá tudo bem! olha ela aí comendo, nem parece que ficou presa...

eu esgano, eu trucido, eu liquefaço esse cabra.

2 Comments:

Blogger Dricotinha! said...

hahahaha parece eu: cadê a izzie?! cadê?!
tava lá fora coitada, quase me matei, a culpa foi minha mesmo!

4:14 PM

 
Blogger Deh said...

Hahahha, o que já prendemos Bart e Amélie em banheiro ou quarto não tá escrito no gibi! (Diná não prendemos não, porque essa é lisa e corre como o vento, foge voando!)

9:40 AM

 

Postar um comentário

<< Home