98 Telinha e seus gatinhos

no dia que eu me zangar
mato voce de carinho

Ze´ Limeira

12.1.09

acabei de ver o filme de sex and the city.

ri de me acabar. odiei o final. finalmente entendi o que amado marido sempre falou "uma série machista sobre mulheres que querem casar e se fingem de moderninhas"

a mensagem intrínseca é de que "4 em 5 mulheres PRECISAM de um homem para ser felizes".

samantha, a única que foi fiel a si mesma.
charlotte era aquela coisa de sempre, final feliz de conto de fadas.
miranda abre mão de muito, leva uma gaia e descobre que amar é jamais ter que negar perdão.
louise de st. louis abre mão de tudo para viver um grande amor. hello, namorado de louise, vc teve que abrir mão de quê? ny city, empregaço, cultura, diversão, etc etc etc? não, né? já sabia.
carrie... carrie é uma masoquista.


eu acredito profundamente no amor. até nas horas em que penso em que merda estou fazendo aqui. eu acredito no amor, mas não acredito nos roteiristas de hollywood.

6 Comments:

Blogger Ana Paula said...

Eu acredito no amor, mas não acredito nos roteiristas de hollywood é uma das melhores frases dos últimos tempos. Só você, Telinha...
bjs, meu amor, tou com saudades

7:12 PM

 
Anonymous Tati Tatuada said...

Eu assisti e concordo com seu marido, tirando Samantha, são umas "mulherzinhas".
Beijos querida.

8:52 AM

 
Blogger ila fox said...

O negócio é amar à moda antiga e viver à maneira "moderna". ;-)

9:05 AM

 
Blogger stella said...

tati, em matéria de feminismo, mary tyler moore dá de dez em sex and the city.
o pior não é ser mulézinha, o pior é ser mulézinha e não admitir. a charlotte sempre se assumiu.

9:47 AM

 
Blogger ila fox said...

Telinha, vc vai adorar este site de fotos de gatinhos engraçados!

http://icanhascheezburger.com/

=^_^=

3:05 PM

 
Blogger stella said...

ila, eles são o máximo!

4:44 PM

 

Postar um comentário

<< Home